Algumas respostas sobre o uso do Twitter

O boa praça Marcel Vianna, ex-aluno, pediu umas respostas sobre o uso do Twitter.  Enviei para ele e compartilho por aqui:

Nos lugares que presta assessoria, alguma delas utiliza o twitter?

R: Sim, tanto no Planetário da Gávea, onde fomos um dos primeiros órgãos do município a implantar o Twitter, como no gabinete do deputado estadual Alessandro Calazans, que usa a ferramenta como forma de se comunicar com seus eleitores e também com a imprensa.

Existe alguma avaliação prévia das notícias que serão divulgadas? Como é feita essa seleção?

R:Sim. No Planetário temos a preocupação de relacionar as notícias com o objeto fim da Fundação que é a divulgação da ciência e da cultura através da Astronomia. Então buscamos disponibilizar pequenas “pílulas” nos 140 caracteres disponíveis para complementar aquilo que já temos em outros veículos de comunicação. Já com o deputado Calazans optamos por usar como instrumento mais informativo, direto tentando sempre a novidade. Também usamos de forma bem opinativa pelo aspecto peculiar deste assessorado.

Quando divulgada, as empresas apenas postam aquilo que interessa aos seus clientes(público-alvo), ou podem ocorrer casos de colocarem tweets de interesse geral do público?

R: Acho que, num primeiro momento, empresas que estão no Twitter vão sempre buscar atingir seu público alvo sim. É natural tentar comunicar a prioridade. Quando falamos de empresas temos que ter a preocupação institucional. Assuntos que tem interesse do público geral devem ter um apelo mais centrado em prestação de serviços, ou mesmo de ajuda ou apoio em momentos peculiares, como por exemplo a doação de alimentos para os desabrigados, um mensagem de consternamento por uma tragédia, campanhas de conscientização, entre outras.

O que motivou a criação do twitter da empresa? Acredita que possa existir uma maior interação, e com isso um maior retorno?

As empresas possuem algumas posições dos clientes a respeito da utilização do twitter? O que pode ou não ser divulgado?

R: Num primeiro momento foi a novidade da ferramenta. Mas logo vimos que o retorno foi fantástico. Utilizamos no Planetário para divulgar um evento que fizemos no ano passado, o “Astros em Cena”, onde faziamos sorteio de ingressos, divulgação dos shows e conseguimos uma ótima interação com o publico, ao mesmo tempo criando uma oportunidade para que este público que foi ao Planetário para ver um show, pudesse também se relacionar com o objetivo principal da Fundação que é a dovulgação da astronomia. Fazemos sim uma medição dos nossos seguidores. No Planetário aplicamos um questionário para saber por que canal de comunicação este público chegou até lá. E depois dos shows, faziamos um monitoramento de comentários sobre a presença deles no evento. Com o deputado Calazans, fazemos um monitoramento direto de tweets que tenham ligação com a base eleitoral do deputado.

Como você vê/percebe esse constante crescimento da utilização do twitter pelas empresas?

R: De uma forma muito positiva. É uma ótima oportunidade para ampliar o relacionamento entre as empresas e seu público.

Quanto tempo utiliza o serviço?

No Planetário há quase um ano. Com o deputado Calazans há cerca de 8 meses.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s